Verminosos por futebol

https://goo.gl/HjLRc6

Carrinho de compras

Loja ainda vende camisas do Brasil de 1994

Esta matéria foi publicada pelo autor deste site no Tribuna do Ceará. É difícil não exclamar alguns palavrões de satisfação ao entrar no recinto. Paraíso para colecionadores de futebol, uma loja de Fortaleza ainda tem em estoque verdadeiras relíquias. Acredite, são cerca de 120 camisas da seleção brasileira da Copa do Mundo de 1994, além […]

Paulo Sérgio Vasconcelos mantém a loja de esportes há 30 anos (Foto: Rafael Luis Azevedo)
Paulo Sérgio Vasconcelos é dono do Lojão dos Esportes, em Fortaleza (Foto: Rafael Luis Azevedo)

Esta matéria foi publicada pelo autor deste site no Tribuna do Ceará.

É difícil não exclamar alguns palavrões de satisfação ao entrar no recinto. Paraíso para colecionadores de futebol, uma loja de Fortaleza ainda tem em estoque verdadeiras relíquias. Acredite, são cerca de 120 camisas da seleção brasileira da Copa do Mundo de 1994, além de 30 das Eliminatórias de 1993. Todas novas, com etiqueta.

O estoque é do Lojão dos Esportes. Há 30 anos, a loja está na Av. Antônio Sales, uma das mais movimentadas da cidade. Poucos que passam em frente sabem do tesouro que existe lá dentro. “Essas camisas ficaram encalhadas com o tempo. Só há alguns anos que virou moda comprar camisas antigas, e então elas começaram a sair novamente”, explica Paulo Sérgio Vasconcelos, o proprietário.

A seleção brasileira vestiu uniformes da Umbro de 1991 a 1996. De lá para cá, mantém contrato com a Nike

Parte das camisas recebeu estrelas extras (Foto: Rafael Luis Azevedo)
Parte das camisas recebeu estrelas extras, na empolgação do tetra e, depois, do penta (Foto: Rafael Luis Azevedo)

O modelo do Brasil de 1994 é, disparado, o que tem mais peças antigas em estoque. Além da conquista da equipe, seu design diferenciado, com degradê com os escudos na frente, tornou a blusa cobiçada. “As camisas da Umbro eram mais bonitas que as da Nike, que são todas iguais”, opina Paulo Sérgio.

Desde que a moda retrô ganhou terreno no futebol, o comerciante já sabe. Quando entra na loja alguém interessado na camisa atual da seleção brasileira, vale a pena oferecer as do tetra. “As pessoas sempre ficam impressionadas ao vê-las”, confirmam os vendedores Daniel Gomes e Hermano Pereira.

Essas camisas de 1994 ficaram encalhadas com o tempo. Só há alguns anos que virou moda comprar camisas antigas, e então elas começaram a sair novamente”. Paulo Sérgio Vasconcelos.

As camisas da seleção, disponíveis nos tamanhos G, M, P e 12 anos, têm um único empecilho para colecionadores mais tradicionais. Com o tempo, algumas delas receberam uma quarta ou mesmo quinta estrela. Foi parte da empolgação quando o Brasil conquistou o tetra e, depois, o penta, em 2002. Mas nada que desmereça as relíquias.

Faltou informar uma coisa, né? Para quem ficou curioso, essas camisas de 1993 e 1994 custam R$ 99 cada. Bem abaixo do preço do modelo da Copa do Mundo de 2014, vendido por R$ 225. Como diz o slogan daquela propaganda, um achado assim não tem preço.

> LEIA TAMBÉM

Veja fotos das relíquias de 1993 e 1994: (clique para ampliar)

Serviço:

Lojão dos Esportes: Av. Antônio Sales, 715, Joaquim Távora, Fortaleza-CE.
Fone: 85-3242.2974 e 85-3246.5967.

Clique no link e leia também:

Umbro-vestira-3-times-com-camisa-de-1994
www.verminososporfutebol.com.br/carrinho-de-compras/umbro-vestira-3-times-com-camisa-de-1994


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: