Verminosos por futebol

Classic Football Shirts

Carrinho de compras

Site vende artes de futebol de botão do Campeonato Brasileiro de 1993

O Sandescudos disponibiliza séries de cartelas de botão inspiradas em competições específicas

 

O Campeonato Brasileiro de 1993 reuniu muitas camisas clássicas (Arte: Sandescudos)
O Campeonato Brasileiro de 1993 reuniu muitas camisas clássicas (Arte: Sandescudos)

Você já viu aqui uma dica interessante do Verminosos por Futebol sobre a coleção de artes de futebol de botão inspiradas nos times do Campeonato Brasileiro de 1992. O trabalho é do site Sandescudos, mantido pelo designer sergipano Jonathas Sandes. Pois ele disponibiliza à venda algo ainda mais legal: a série completa do Brasileirão de 1993.

Mais legal, justifique-se, porque a coleção contempla mais torcidas que adorariam rever as camisas que desfilavam nos gramados no início dos anos 90, agora em formato de futebol de botão. Ok, aquele campeonato acabou inchado e desnivelado, e sem a realização de uma segunda divisão na temporada, mas pelo menos podia-se dizer mais “nacional”.

A ampliação do Brasileiro de 1993, decidida pela CBF antes mesmo do início da temporada de 1992, acabou beneficiando o Grêmio, integrante do Clube dos 13 que ficou somente no 9º lugar na 2ª divisão. Além de Paraná e Vitória, campeão e vice, subiram todos até a 12ª colocação.

Náutico e Paysandu, que deveriam ter sido rebaixados, tiveram a vaga assegurada na elite. Com isso, o campeonato foi de 20 para 32 participantes, passando de 9 estados com representantes para 12.

Clubes presentes

A coleção de botões traz os 32 times: América-MG, Atlético-MG, Atlético-PR, Bahia, Botafogo, Bragantino, Ceará, Corinthians, Coritiba, Criciúma, Cruzeiro, Desportiva, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Grêmio, Guarani, Internacional, Náutico, Palmeiras, Paraná, Paysandu, Portuguesa, Remo, Santa Cruz, Santos, São Paulo, Sport, União São João, Vasco e Vitória.

A série com as artes, cada uma com 18 jogadores e 2 goleiros, é vendida por R$ 200 para os uniformes titulares e R$ 200 para os reservas. As cartelas do Séries Exclusivas, do Sandescudos, contam ainda com o Brasileirão de 1987, 1992 e 2000, as Copas do Mundo de 1978 a 2010, o Torneio Olímpico de 2016, a J. League de 1993, a Premier League de 1992/93 e o Italiano de 1992/93.

Como imprimir

A recomendação, segundo Jonathas Sandes, é que a impressão dos arquivos digitais seja feita a laser sobre papel couchê adesivo (menos resistente) ou adesivo tipo vinil (mais resistente). Para quem prefere embutir a arte nos botões, a impressão deve ser em papel fotográfico.

O diferencial de Jonathas é que seus botões incorporam características da respectiva camisa. Depois de sete anos de atividade, o Sandescudos já produziu cerca de 1.000 cartelas, de times e seleções de 85 países. Um acervo incrível, que virou referência entre os amantes do botão.

Campeonato de 1993 reuniu muitos times do Norte e Nordeste (Arte: Sandescudos)
Campeonato de 1993 reuniu muitos times do Norte e Nordeste (Arte: Sandescudos)

Como foi aquele campeonato

Os 32 times foram divididos em quatro grupos de oito. Os integrantes do Clube dos 13 formaram os grupos A e B, junto a Sport, Bragantino e Guarani, melhores colocados dentre os demais na 1ª divisão de 1992. Os outros ficaram nos grupos C e D, de onde seriam rebaixados os quatro piores de cada.

Ou seja, todos os clubes que subiram correriam risco de queda no ano seguinte, até mesmo Paraná e Vitória, campeão e vice da 2ª divisão anterior, mas o Grêmio estava livre da ameaça, já que não haveria rebaixamento nos grupos dos “grandes”.

Não bastasse isso, passavam para a 2ª fase os três primeiros colocados dos grupos A e B, enquanto os dois primeiros do C e do D ainda precisariam disputar um playoff para que somente dois avançassem. Na 2ª fase, os dois grupos de quatro clubes definiam os finalistas, que foram Palmeiras e Vitória.

Os palmeirenses acabaram comemorando um título depois de 20 anos, com uma máquina que contava no elenco com Edmundo, Evair, Zinho, Edilson, Mazinho, César Sampaio, Amaral, Roberto Carlos, Cléber, Antônio Carlos, Sérgio e Marcos. Jogadores que você pode relembrar com a cartela de botões de 1993.

Cartelas de 1993 são vendidas por R$ 200 com uniformes titulares e R$ 200 com reservas (Arte: Sandescudos)
Cartelas são vendidas por R$ 200 com uniformes titulares e R$ 200 com reservas (Arte: Sandescudos)

Quem vestia quem

Aquele foi o primeiro Campeonato Brasileiro sem uniformes fabricados pela Adidas, desde a chegada da empresa alemã ao futebol nacional, nos anos 70. Nesse novo cenário, houve uma grande disputa entre empresas brasileiras, liderada por Dell’erba e Finta, que vestiam seis times cada, e Penalty, com cinco.

Se não havia uma marca esportiva com vantagem sobre as demais, a Coca-Cola ainda seguia fortemente presente, patrocinando 15 dos 32 clubes. Para efeito de comparação, nenhuma outra empresa investia em mais de um time. Veja abaixo o ranking das marcas nos uniformes. E, a seguir, confira as artes. É uma baita viagem no tempo!

Fornecedoras das equipes:

1º Dell’erba (6) – Bragantino, Guarani, Paraná, Portuguesa, Santos e União São João;
Finta (6) – Corinthians, Cruzeiro, Goiás, Paysandu, Sport e Vasco;
3º Penalty (5) – América-MG, Atlético-MG, Fluminense, Grêmio e São Paulo;
4º CCS (3) – Bahia, Santa Cruz e Vitória;
Umbro (3) – Coritiba, Flamengo e Internacional;
6º Campeã (2) – Fortaleza e Remo;
Kyalami (2) – Ceará e Náutico;
Pro Onze (2) – Atlético-PR e Botafogo;
9º Carioca (1) – Desportiva;
Rhumell (1) – Palmeiras;
Toplay (1) – Criciúma.

Patrocinadores das equipes:

1º Coca-Cola (15) – Atlético-MG, Atlético-PR, Bahia, Botafogo, Cruzeiro, Fluminense, Goiás, Grêmio, Internacional, Náutico, Paysandu, Santos, Sport, Vasco e Vitória (na reserva);
2º Credireal (1) – América-MG; Betânia (1) – Ceará; Kalunga (1) – Corinthians; Bauducco (1) – Coritiba; Eliane (1) – Criciúma; Lubrax (1) – Flamengo; Do-Re-Mi & Rosset (1) – Fortaleza; Relógios Magnum (1) – Guarani; Parmalat (1) – Palmeiras; Empal (1) – Paraná; Trasmontano (1) – Portuguesa; Banorte (1) – Santa Cruz; TAM (1) – São Paulo; Mobil Lubrificantes (1) – União São João; Econômico (1) – Vitória (na titular);
* Sem patrocínio – Bragantino, Desportiva e Remo.

Times de botão de 1993:

Serviço:

> A coleção completa com 32 times de 1993 é vendida por R$ 200 com os uniformes titulares e R$ 200 com os reservas. Depois de comprá-los, é só fazer o download, imprimir e colar em seus botões.

Onde: www.sandescudos.com.br.


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: