Deu a louca

Colecionador tem mais de 200 camisas do futebol português

Rodrigo Soares, paulista com sangue português, tem bela coleção do futebol de Portugal
Postado por Rafael Luis Azevedo - 25/out/2016
São cerca de 200 blusas de 42 times, além de 20 da seleção de Cristiano Ronaldo (Foto: Acervo pessoal)

São cerca de 200 blusas de 42 times, além de 20 da seleção de Cristiano Ronaldo (Foto: Acervo pessoal)

Não é todo português que pode dizer que possui tantas camisas de times de seu país quanto o brasileiro Rodrigo Soares, paulista com sangue lusitano. Sua coleção focada no futebol de Portugal é, possivelmente, uma das maiores do Brasil. Também, pudera. São cerca de 200 blusas de 42 times, além de 20 da seleção de Cristiano Ronaldo.

Entre os clubes, há participantes até da divisão distrital, o 4º degrau do futebol local. Da elite, falta somente o Tondela. “Minha família é majoritariamente de Portugal. Assim, quando alguém fazia uma viagem para lá, eu sempre pedia uma camisa de presente. Isso se potencializou com a excelente campanha da Copa de 2006”, relata o empresário, de 38 anos.

Segundo o colecionador, é grande a dificuldade de conseguir no Brasil camisas de times portugueses de menor expressão. “Por isso, gostaria de saber se há algum brasileiro com uma coleção maior que a minha, pois quem sabe ele teria uma camisa repetida que quisesse negociar comigo”, arrisca Rodrigo.

Se no Brasil seu coração é da Portuguesa, em Portugal está dividido entre quatro times. E não, nenhum deles é um dos três grandes do futebol português – Benfica, Sporting e Porto. Suas preferências estão entre Belenenses, Fafe, Gil Vicente e Vitória de Guimarães.

“O Belenenses é um dos cinco campeões nacionais. O Fafe é o clube da cidade de meu pai. O Gil Vicente tem um distintivo que é uma beleza. E o Vitória está sediado em Guimarães, onde eu gostaria de morar”, enumera Rodrigo, que fez na cidade três amigos no colecionismo que fez questão de agradecer neste texto – Paulo, Rui e Flávio.

Se no Brasil seu coração é da Portuguesa, em Portugal está dividido entre quatro times (Foto: Acervo pessoal)

Se no Brasil seu coração é da Portuguesa, em Portugal está dividido entre quatro times (Foto: Acervo pessoal)

Seu maior arrependimento até hoje foi não ter comprado de imediato uma camisa de jogo da Estrela da Amadora, que viu num site. Ele deixou pra adquirir após voltar do trabalho, mas a blusa foi vendida antes. “Aprendi uma lição: se a camisa é rara, você quer e está dentro das suas perspectivas de gasto, não deixe passar”, ensina.

“A coleção é um passatempo que me incentiva a conhecer cidades e costumes através dos clubes”. (Rodrigo Soares)

Por sinal, a maior loucura que Rodrigo já viu partindo de um colecionador foi num dia em que, por coincidência, vestia uma camisa da seleção de Portugal de 1999, num shopping de São Paulo, em frente a uma loja esportiva.

“Um rapaz me abordou segurando um cartão de crédito e disse: ‘Quer me vender essa camisa? Pode entrar na loja, escolhe duas, eu pago, pode escolher’. Agradeci e disse que aquela eu não pretendia vender, pois havia comprado em Lisboa e tinha um valor sentimental. Lembro da expressão de frustração do rapaz até hoje”, conta Rodrigo. Só entende quem é colecionador.

Contato de Rodrigo Soares:
rod9soares@gmail.com
www.embuscadacamisasagrada.blogspot.com.br

Algumas raridades da coleção:

  • Belenenses (Foto: Acervo pessoal)
  • Campomaiorense (Foto: Acervo pessoal)
  • Fafe (Foto: Acervo pessoal)
  • Farense (Foto: Acervo pessoal)
  • Gil Vicente (Foto: Acervo pessoal)
  • Vitória de Guimarães (Foto: Acervo pessoal)

Conheça o autor

O jornalista Rafael Luis Azevedo, de 33 anos, é editor do site Verminosos por Futebol desde 2012. Já venceu 21 prêmios de jornalismo, incluindo Esso, Embratel e Petrobras. É também coordenador do portal Tribuna do Ceará, e teve passagens por jornal O Povo, O Povo Online e TVs Jangadeiro/SBT, O Povo/Cultura e Cidade/Record. Já fez reportagens ou produção para as revistas Four Four Two (ING), So Foot (FRA), Courrier International (FRA) e Placar, os sites BBC Brasil, Vice e Agência Pública e as TVs France 2 (FRA) e Fusion (EUA). Cobriu duas Copas do Mundo in loco e foi co-autor de livros sobre o Ceará e o estádio Presidente Vargas.

Compartilhe:

// Categorias

// histórico de publicações

Arquivos

Http://www.AUTO-doc.pt

// As mais lidas




Http://www.AUTO-doc.pt