https://goo.gl/HjLRc6

Deu a louca

Conheça peixes de Fortaleza que fazem gol

Se a seleção brasileira ainda carece de crédito com o torcedor, a inspiração pode estar em Fortaleza, palco de seu segundo jogo na Copa das Confederações de 2013. Na cidade […]
Postado por Rafael Luis Azevedo - 18/jun/2013
Jose-Laurindo-peixes-artilheiros

Peixes criados por cearense fazem gols batendo contra bolinha (Fotos: Verminosos por Futebol)

Se a seleção brasileira ainda carece de crédito com o torcedor, a inspiração pode estar em Fortaleza, palco de seu segundo jogo na Copa das Confederações de 2013. Na cidade existem peixes artilheiros. É isso mesmo, peixinhos que fazem gols… A história, alternativíssima, foi descoberta pelo peixeiro cearense José Laurindo, de 61 anos.

Jose-Laurindo

O peixeiro José Laurindo, de Fortaleza, trabalha com pesca e venda de peixes para criação e consumo. Há dois anos, ele percebeu que a espécie tamanduatá tem a capacidade de “jogar” futebol

Ele pesca em açudes e vende peixes para criação e consumo há 15 anos. Há dois, Laurindo percebeu que a espécie tamanduatá é bem agitada. Especialmente um peixinho, que adorava brincar com peças de plástico. Até que um dia um pregador caiu na bacia d’água. “Ele bateu com a calda na bola, e me veio a ideia”, relata.

Surgia o peixe artilheiro. Pena que o bicho morreu, graças às travessuras de um dos filhos de Laurindo. Mas a técnica foi passada para outros dois peixinhos da mesma espécie, pescados há seis meses. E o show pôde continuar, ganhando as ruas da Vila União.

Os peixes, ambos machos de cerca de 10cm, têm uma curiosa capacidade de arremessar a bolinha contra a trave. Geralmente com a calda, mas também batendo com a cabeça. “Eu adestrei, que nem no circo”, conta Laurindo. Entre treinos e exibições, um deles já marcou cerca de 70 gols, o outro 40. “Mais que muito jogador por aí”, provoca.

Ele (o peixe) bateu com a calda na bola, e me veio a ideia”. José Laurindo, sobre o dia em que percebeu que o tamanduatá podia “jogar” futebol

Os animais ainda não têm nomes. Mas o faro de gol sugere algumas opções. “Neymar e Fred seriam legais”, cogita. Ironia do destino, a habilidade manteve os peixes em casa. Se não fossem bons de bola, estariam em algum aquário, quem sabe teriam parado no prato de alguém. “Eles devem ter dois anos, ainda vão viver mais três”, estima Laurindo. Com tanto treino, até lá serão craques.

Vídeo de gols dos peixes artilheiros:

Conheça o autor

Rafael Luis Azevedo

O jornalista Rafael Luis Azevedo, 34 anos, é editor do site Verminosos por Futebol desde 2012. É também coordenador do portal Tribuna do Ceará, e teve passagens por jornal O Povo, O Povo Online e TVs Jangadeiro/SBT, O Povo/Cultura e Cidade/Record. Já fez reportagens para as revistas Four Four Two (ING), So Foot (FRA), Courrier International (FRA) e Placar, os sites BBC Brasil, Vice e Agência Pública e as TVs France 2 (FRA), France 24 (FRA) e Fusion (EUA). Já venceu 21 prêmios de jornalismo, incluindo Esso, Embratel e Petrobras, cobriu duas Copas do Mundo in loco e foi co-autor de livros sobre o Ceará e o estádio Presidente Vargas.

Compartilhe:

// Categorias

// histórico de publicações

Arquivos

https://goo.gl/HjLRc6



// As mais lidas

Http://www.AUTO-doc.pt

https://goo.gl/HjLRc6