Verminosos por futebol

https://goo.gl/HjLRc6

Deu a louca

Sala de aula veste camisas do Santa Cruz

Cinquenta alunos vestiram camisas do Santa Cruz para homenagear professor em Fortaleza

O professor Damião Soares Tenório recebeu uma baita homenagem, em turma do curso de Direito da Unichristus, em Fortaleza. Cinquenta alunos vestiram camisas do Santa Cruz, seu time de coração (Foto: Acervo pessoal)
Damião Soares Tenório recebeu homenagem em curso de Direito de Fortaleza (Foto: Acervo pessoal)

Damião quase teve um treco quando entrou em sala. Era a última aula do semestre na turma de Direito Processual Civil, dia de prova. Para sua surpresa, 50 alunos vestiam camisas do Santa Cruz, seu time de coração. Uma homenagem pra lá de alternativa, principalmente porque ocorreu a 800 km do Recife. Em Fortaleza, onde mora o advogado.

Essa é a história fantástica que Damião Soares Tenório carregará para o resto da vida. A surpresa aconteceu na manhã desta segunda-feira (8), na faculdade Unichristus, e ainda anestesia o torcedor do Santinha. “Meus olhos chegaram a marejar, mas fui cabra macho e engoli o choro. Quando saí de sala, eu não segurei”, admite o professor, de 33 anos.

Torcedor coral desde os seis anos, Damião vive em Fortaleza há cinco. A mudança veio quando passou em concurso para procurador do estado do Ceará. Apesar na distância da terra natal, nunca se desapegou de sua paixão. “Costumo dizer a meus alunos que, antes de saberem o conteúdo da disciplina, eles precisam conhecer a história do Santa Cruz”, brinca.

Não foi a primeira vez que Damião recebeu homenagem diferente. Certa vez, um aluno ex-presidiário lhe deu uma barca temática do Santa Cruz. Foi preciso de um carro maior para carregar o presente. “Manifestações de carinho como essas são raras, pois a gente vive momento muito individualista”.

Desta vez, uma aluna providenciou as 50 camisas corais todas iguais, com o número 10 e o nome Damião nas costas. Rapidamente, as fotos publicadas em redes sociais alcançaram o Recife. E até o presidente do Santa Cruz escreveu, embasbacado.

Para o professor homenageado, nem mesmo acessos recentes (e sofridos) de seu time nas Séries D, C ou B foram tão emocionantes quanto a festa organizada por seus alunos, torcedores de Ceará, Fortaleza, Ferroviário e outros clubes do país.

“Depois daquilo, não consegui trabalhar direito no resto do dia. Até já avisei aos professores: ‘Minha imparcialidade está quebrada. Não tem a mínima chance desses alunos serem reprovados'”, admite o torcedor. É, eles não mereceriam mesmo.

“Meus olhos chegaram a marejar, mas fui cabra macho e engoli o choro. Quando saí de sala, eu não segurei”. (Damião Soares Tenório, professor de Direito)

As camisas foram feitas por uma aluna, com direito a número 10 e nome Damião nas costas (Foto: Acervo pessoal)
As camisas foram feitas por aluna, com direito a número 10 e nome Damião (Foto: Acervo pessoal)

Leia também:

Sala-de-aula-veste-camisas-do-Bahia
www.verminososporfutebol.com.br/deu-a-louca/sala-de-aula-inteira-veste-camisas-do-bahia


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: