https://goo.gl/HjLRc6

Deu a louca

Torcedor da Lusa tem mais de 100 camisas

O colecionador tem quase a metade das camisas vestidas pela Portuguesa entre 1980 e 2015
Postado por Rafael Luis Azevedo - 09/jun/2015
Eduardo Mattos Madeira tem cerca de 120 camisas da Portuguesa (Foto: Acervo pessoal)

O paulista Eduardo Mattos Madeira tem 120 camisas da Portuguesa (Foto: Acervo pessoal)

A primeira camisa do time de coração ele ganhou quando era bebê. A foto dele com o escudo da Portuguesa no peito, ainda no berço, é a prova de que não é papo de torcedor. Essa está entre as peças de maior valor afetivo na coleção de Eduardo Mattos Madeira, que possui 120 camisas da Lusa. Cheio de itens raros, mas orgulhoso do presente do tio.

“No dia em que nasci, ganhei essa camisa que guardo até hoje. O intuito era que eu fosse um futuro camisa 10 da Portuguesa, mas como eu não levava jeito para jogador de futebol, optei pela coleção de camisas mesmo”, conta o paulistano, neto de portugueses.

“No dia em que nasci, ganhei essa camisa que guardo até hoje”. (Eduardo Mattos Madeira)

Presença constante no estádio do Canindé durante a infância, o torcedor passou a viver uma relação à distância quando, em 1995, mudou-se aos 9 anos para Lages-SC, a 770 km da capital paulista, onde mora até hoje. “Isso não fez com que diminuísse o amor pela Lusa. Só fez aumentá-lo, principalmente após as campanhas de destaque entre 1995 e 1999”, garante o designer gráfico.

A primeira camisa da Lusa de Eduardo foi presente recebido no dia que nasceu (Foto: Acervo pessoal)

Primeira camisa da Portuguesa foi presente recebido no dia em que nasceu (Foto: Acervo pessoal)

“Como a torcida da Portuguesa é pequena, o público de colecionadores é pequeno”.

Durante um tempo, Eduardo comprava todos os poucos modelos da Portuguesa que chegavam às lojas esportivas de Lages. Após a popularização da internet e das redes sociais, nos anos 2000, o garimpo ficou mais fácil. “Tenho contatos em vários lugares do Brasil, para conseguir camisas de jogo ou preparadas para jogo. Já teve uma que veio da Bahia”, relata.

Metódico, Eduardo contabiliza que, entre 1980 e maio de 2015, a Lusa vestiu 229 camisas diferentes em partidas, incluindo os modelos titular, reserva e terceiro. Dessas, ele tem 107. “Faltam ‘apenas’ 122”, ironiza. “Ser colecionador de camisas da Portuguesa é muito raro. Tenho dois amigos que também são, mas acredito que eu seja o mais chato e detalhista”.

> LEIA TAMBÉM

O item mais antigo da coleção é uma camisa fabricada pela Adidas em 1983, vinda de Portugal, usada em amistoso contra o Sporting naquele ano. Outra relíquia é uma vestida pelo lateral-esquerdo Julio Cesar em apenas dois jogos do Paulista de 2003, com listras na vertical, o que seria uma homenagem ao Marítimo, de Portugal.

Mesmo camisas que não trazem boas recordações à torcida da Lusa fazem parte do acervo. Como blusas vestidas na partida que definiu o rebaixamento estadual em 2006 e no “Jogo da Vergonha” na Série B de 2014, quando o time se retirou de campo. “Essas são raridades que você não encontra facilmente por aí”, assegura Eduardo.

Eduardo contabiliza que possui em sua coleção 107 dos 229 modelos diferentes de camisas vestidas pela Portuguesa no período entre 1980 e maio de 2015 (Foto: Acervo pessoal)

Eduardo contabiliza que possui em sua coleção 107 dos 229 modelos diferentes de camisas utilizadas pela Portuguesa em jogos entre 1980 e maio de 2015 (Foto: Acervo pessoal)

> LEIA TAMBÉM

A maior loucura que o torcedor já fez foi comprar, através do Mercado Livre, uma camisa de um internauta sem venda qualificada. Depois de três dias pensando, decidiu encara a alta oferta pela blusa reserva usada no Brasileiro de 2002, com patrocínios da TAM e da Lousano. “Acabei arriscando e deu certo. Até hoje nunca vi modelo dessa novamente na internet”.

A partir de 2012, o colecionismo passou a ser levado a sério, com a catalogação dos modelos que conseguiu e que ainda procura. “Em agosto de 2014, cheguei a minha 100ª camisa oficial”, festeja. “Esse é um hobby que, mesmo que caro, mantém viva a história e tradição do time que torço”. Hoje em dia, seu tio se impressiona com o que rendeu aquela camisa de bebê comprada lá no passado.

Eduardo é natural de São Paulo, mas mora em Lages-SC há 20 anos (Foto: Acervo pessoal)

Eduardo é natural de São Paulo e mora em Lages-SC há 20 anos (Foto: Acervo pessoal)

Algumas camisas da coleção da Portuguesa:

  • 1983 – Usada em amistoso contra Sporting em Portugal
  • 1985 – Usada por Toquinho na final do Paulista de 1985
  • 1990 – 1ª camisa com “manga vinagrete”
  • 1996 – Foram produzidas somente 1.000 unidades
  • 1996 – Camisa do vice do Campeonato Brasileiro
  • 1999 – Modelo reserva usado no Paulistão
  • 2001 – Usada nas três primeiras rodadas do Paulista
  • 2002 – Utilizada no Rio-São Paulo de 2002
  • 2002 – Vestida em só dois jogos do Brasileiro
  • 2003 – Camisa usada em dois jogos do Paulista
  • 2005 – Usada na Série B daquele ano
  • 2006 – Utilizada em jogo do rebaixamento estadual
  • 2007 – Modelo usado no acesso da Série B
  • 2009 – Primeiro modelo feito pela Penalty/Cavalera
  • 2009 – Camisa de jogo usada na Série B
  • 2010 – Camisa usada em somente um jogo do Paulista
  • 2010 – Também utilizada em só um jogo do Paulista
  • 2011 – Camisa usada na reta final da Série B
  • 2011 – Camisa usada na reta final da Série B
  • 2013 – Camisa de jogo após morte de Djalma Santos
  • 2014 – Modelo utilizado no “Jogo da Vergonha”
  • 2015 – Modelo do Paulista de 2015

Clique no link e leia também:

Mack-Port-Portuguesa-e-Mackenzie-unidos
www.verminososporfutebol.com.br/viagem-no-tempo/mack-port-portuguesa-e-mackenzie-ja-se-uniram

Conheça o autor

Rafael Luis Azevedo

O jornalista Rafael Luis Azevedo, 34 anos, é editor do site Verminosos por Futebol desde 2012. É também coordenador do portal Tribuna do Ceará, e teve passagens por jornal O Povo, O Povo Online e TVs Jangadeiro/SBT, O Povo/Cultura e Cidade/Record. Já fez reportagens para as revistas Four Four Two (ING), So Foot (FRA), Courrier International (FRA) e Placar, os sites BBC Brasil, Vice e Agência Pública e as TVs France 2 (FRA), France 24 (FRA) e Fusion (EUA). Já venceu 21 prêmios de jornalismo, incluindo Esso, Embratel e Petrobras, cobriu duas Copas do Mundo in loco e foi co-autor de livros sobre o Ceará e o estádio Presidente Vargas.

Compartilhe:

// Categorias

// histórico de publicações

Arquivos

https://goo.gl/HjLRc6



// As mais lidas

Http://www.AUTO-doc.pt

https://goo.gl/HjLRc6