Deu no jornal

Jornal inglês foca em times pequenos

Jornal inglês tem curiosa linha editorial: nas páginas, nada sobre os 92 principais clubes do país
Postado por Rafael Luis Azevedo - 11/fev/2015
 O The Non-League Football Paper cobre o futebol inglês da 5ª divisão para baixo (Foto: Divulgação)

O The Non-League Football Paper cobre o futebol inglês da 5ª divisão pra baixo (Foto: Divulgação)

Tamanho não é documento para ele. Um jornal inglês tem uma curiosa linha editorial. Em suas páginas, nada sobre os 92 principais clubes do país, que disputam as quatro primeiras divisões. O que interessa é o que acontece abaixo disso: sobretudo da 5ª a 11ª divisões, que formam a National League System, o sistema nacional de ligas. É um caso único na mídia da Inglaterra.

O The Non-League Football Paper é publicado semanalmente desde 2000. O nome do jornal já diz tudo: non-league é como são chamados os times fora da Premier League e da Football League, que compõem os degraus 1 a 4 do futebol inglês. Na sete divisões abaixo, existem cerca de 1.600 clubes distribuídos em cerca de 90 campeonatos interligados por promoções e rebaixamentos.

O Non-League Paper acompanha sobretudo os cerca de 1.600 clubes dos cerca de 90 campeonatos existentes entre as 5ª e 11ª divisões da Inglaterra. Os nomes dos times e de cada liga são citados num pôster vendido pelo jornal a cada temporada (Foto: Divulgação)

O Non-League Paper acompanha bem os 1.600 clubes dos cerca de 90 campeonatos existentes entre as 5ª e 11ª divisões da Inglaterra (Foto: Divulgação)

É esse mundo à parte, sem tanta atenção na grande imprensa da Inglaterra, que o Non-League Paper foca. Eventualmente, há espaço para algo sobre as 13 divisões abaixo disso, do 12º ao 24º degraus da pirâmide gigante do futebol nacional. Em cerca de 50 páginas, o jornal traz notícias de mercado, crônicas de jogo, resultados e classificações das ligas menores.

“Os times non-league só ganham espaço na mídia tradicional quando enfrentam pela FA Cup adversários mais altos, da Football League ou da Premier League. Em geral, o máximo que conseguem é a cobertura de jornais regionais ou locais”, explica Neil Wooding, gerente de marketing da Greenways Publishing, que publica o jornal, com sede em Wimbledon.

“Os times non-league só ganham espaço na mídia tradicional quando enfrentam pela FA Cup adversários mais altos, da Football League ou da Premier League”. (Neil Wooding)

Os times das principais ligas a partir da 5ª divisão ganham mais espaço no jornal (Foto: Divulgação)

Times das principais ligas a partir da 5ª divisão ganham mais espaço no jornal (Foto: Divulgação)

A redação é composta por 15 jornalistas, comandados por Stuart Hammond, Sam Elliot e Matthew Badcock, além de muitos freelancers. “Acompanhar os clubes non-league é muito difícil, dado o tamanho deles”, indica Neil.

As páginas são estruturadas para cada liga, tendo as maiores mais espaço. Nas menores, há somente resultados e tabelas de pontuação. “No entanto, algumas páginas trazem histórias de qualquer nível”, salienta o gerente de marketing.

Com isso, estar em destaque nas páginas do Non-League Paper é um sonho para muitos torcedores, em virtude da enorme quantidade de equipes e ligas existentes no país. “São tantas que dá preguiça de contá-las”, diverte-se.

> LEIA TAMBÉM

Capa de 25 de janeiro foi dedicada ao Manchester United alternativo, criado por torcedores (Foto: Divulgação)

Capa de 25/1/15 destacou o Manchester Utd alternativo, criado por torcedores (Foto: Divulgação)

O Non-League Paper chega às bancas todo domingo, contando com os resultados de sábado, tradicional dia de jogos no futebol inglês. O exemplar custa 1,50 libra (R$ 6), mas é possível obter descontos em planos de assinatura, como o anual, que sai por 50 libras (R$ 200).

A tiragem é de 25 mil a 30 mil exemplares por semana – em comparação, a Placar, revista mais tradicional do Brasil, vende 70 mil por mês, sendo R$ 13 o preço avulso. “Somos lidos por fãs, jogadores e funcionários dos clubes”, comemora Neil. Como mostram esses ingleses, nicho de mercado tem o seu valor.

Pirâmide do futebol inglês:

1ª divisão
Premier League – Barclays Premier League.
20 clubes – 3 rebaixados.

FOOTBALL LEAGUE

2ª divisão
Football League Championship – Sky Bet Championship.
24 clubes – 3 promovidos e 3 rebaixados.

3ª divisão
Football League One – Sky Bet League 1.
24 clubes – 3 promovidos e 4 rebaixados.

4ª divisão
Football League Two – Sky Bet League 2.
24 clubes – 4 promovidos e 2 rebaixados.

NATIONAL LEAGUE SYSTEM

5ª divisão
Conference Premier – Vanarama Conference.
24 clubes – 2 promovidos e 4 rebaixados.

6ª divisão
Conference North e Conference South.
2 ligas de 24 clubes, cada uma com 2 promovidos e 3 rebaixados.

7ª divisão
Northern Premier League Premier Division, Southern Football League Premier Division e Isthmian League Premier Division.
3 ligas de 24 clubes, cada uma com 2 promovidos e 4 rebaixados.

8ª divisão
Northern Premier League Division One, Northern Premier League Division One South, Southern Football League Division One Central, Southern Football League Division One South & West, Isthmian League Division One North, Isthmian League Division One South.
6 ligas de 22 clubes, cada uma com 2 promovidos e 2 ou 3 rebaixados.

9ª divisão
14 ligas com 17 a 23 clubes, com promoção dos 14 campeões e rebaixamento variando caso a caso.

10ª divisão
17 ligas, com 14 a 22 clubes, com promoção e rebaixamento variando caso a caso.

11ª divisão
42 ligas, com 12 a 20 clubes, com promoção e rebaixamento variando caso a caso.

DIVISÕES LOCAIS

12ª a 24ª divisões
Formadas por subdivisões locais das ligas superiores, não fazem parte do National League System.

Conheça o jornal:
www.thenonleaguefootballpaper.com
edition.pagesuite-professional.co.uk//launch.aspx?eid=4f2c541e-2b12-4be9-bc66-69e4a48af201

Leia também:

Conheca-a-piramide-do-futebol-ingles
www.verminososporfutebol.com.br/papo-serio/conheca-a-piramide-do-futebol-ingles

Conheça o autor

O jornalista Rafael Luis Azevedo, de 33 anos, é editor do site Verminosos por Futebol desde 2012. Já venceu 21 prêmios de jornalismo, incluindo Esso, Embratel e Petrobras. É também coordenador do portal Tribuna do Ceará, e teve passagens por jornal O Povo, O Povo Online e TVs Jangadeiro/SBT, O Povo/Cultura e Cidade/Record. Já fez reportagens ou produção para as revistas Four Four Two (ING), So Foot (FRA), Courrier International (FRA) e Placar, os sites BBC Brasil, Vice e Agência Pública e as TVs France 2 (FRA) e Fusion (EUA). Cobriu duas Copas do Mundo in loco e foi co-autor de livros sobre o Ceará e o estádio Presidente Vargas.

Compartilhe:

// Categorias

// histórico de publicações

Arquivos

Http://www.AUTO-doc.pt

// As mais lidas




Http://www.AUTO-doc.pt