Verminosos por futebol




Deu no jornal

Repórter vira jogador durante um mês

Quase todo cronista esportivo é um frustrado. Por mais que negue, ele já sonhou tornar-se jogador de futebol. Pois esse […]

Bruno-Formiga-Maguary-chamada
Bruno Formiga teve apoio do presidente do Maguary, Aguiar Júnior (Foto: Mauri Melo, O Povo)

Quase todo cronista esportivo é um frustrado. Por mais que negue, ele já sonhou tornar-se jogador de futebol. Pois esse desejo está sendo realizado por Bruno Formiga, jornalista cearense que viverá durante um mês a experiência de ser atleta profissional.

Repórter do jornal O Povo, de Fortaleza, Formiga mudou sua rotina desde o dia 3 de setembro. Em vez da redação, o local de trabalho passou a ser o Sport Club Maguary, time tradicional que disputa a 3ª Divisão do Campeonato Cearense.

A experiência é relatada diariamente nas páginas do O Povo, na série de reportagens “Vida de Boleiro”. A dobradinha jogador-repórter é corrida, já que depois dos treinos, que vão de 14 às 17 horas, Formiga tem só duas horas para redigir e enviar a matéria do dia seguinte.

“Como apuro mais de uma história por dia, já tenho algum material guardado. Assim, fica bem tranquilo. Só quando tem jogo ou algo muito factual é que complica”, relata.

A presença do repórter no elenco conta com o apoio do presidente do Maguary, Aguiar Júnior, e do técnico Alexandre Albuquerque. Formiga ganhou contrato registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), sob a inscrição 426357.

Bruno-Formiga-MaguaryBruno-Formiga-Maguary-2Bruno-Formiga-Maguary-3

Coincidência ou não, no primeiro jogo após a apresentação do reforço, o Maguary aplicou a maior goleada da Terceirinha: 9 a 0 sobre o Caucaia, no dia 5 de setembro, estreia da equipe. Na arquibancada do estádio Antônio Cruz, Formiga já comemorava sentindo-se parte do grupo.

A primeira partida dele na equipe ainda não tem data certa. Talvez ocorra já na próxima semana. “No primeiro treino, dou nota 5 para a parte física e 7 para a técnica”, avalia Alexandre, animado.

Dificilmente haveria em Fortaleza jornalista mais indicado para essa reportagem. Reconhecidamente o melhor boleiro dentre os profissionais da imprensa local, Formiga luta para superar, porém, o desgaste decorrente de seus 30 anos. No elenco são raros os trintões, como o volante Doriva, 34.

“Já era acostumado a jogar bola, o que ajuda, e entrei no jiu-jitsu. Comecei a série com cinco quilos a menos e a ideia é perder mais cinco”, comenta o repórter, meia-direita de bom toque de bola.

Formiga alimenta expectativa apenas jornalística, e não futebolística. “A meta é contar o máximo de boas histórias”, limita-se a dizer. Mas é claro que há o desejo de agradar nos treinos, e assim participar de jogos. Afinal, ele sabe o quão histórico seria um repórter fazer um gol numa competição oficial. Tomara que isso aconteça.

Que clube é esse?
O Sport Club Maguary foi o time da aristocracia cearense entre as décadas de 1920 e 1940, e rivalizava em torcida com o Ceará, já um clube de massa. Campeão estadual em 1929, 1936, 1943 e 1944, extinguiu o departamento de futebol em 1945, ao se encher de dívidas em busca do tri que não veio. O clube reativou o futebol em 1972, mas fechou as portas em 1975. Em 2009, o Maguary foi retomado pelo atual presidente, Aguiar Júnior. Desde então, o time ainda não conseguiu se livrar do inferno da 3ª Divisão do Campeonato Cearense.

Acompanhe a saga do jornalista que virou jogador de futebol no caderno Esportes do jornal O Povo.


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: