Verminosos por futebol

https://goo.gl/HjLRc6

Dica cultural

Documentário de universitários mostra bastidores do futebol feminino cearense

O documentário Drible Feminino foi produzido por alunos de Jornalismo da Devry Fanor

O filme Drible Feminino foca na história do Projeto Céu, do bairro Jangurussu (Foto: Divulgação)
O filme Drible Feminino foca na história do Projeto Céu, do bairro Jangurussu (Foto: Divulgação)

O Campeonato Cearense de futebol feminino de 2016 repercutiu na mídia, basicamente, após uma briga entre jogadoras e um dirigente da federação numa certa partida. Para quebrar essa lógica de exclusão, um grupo de estudantes do curso de Jornalismo da Devry Fanor foi a campo.

Como parte da disciplina Produção Audiovisual, eles lançaram em dezembro de 2016 o documentário Drible Feminino. Em 20 minutos, o filme mostra os bastidores do futebol feminino cearense, que como em outros estados, está a anos luz do futebol masculino em termos de organização, incentivo e divulgação.

O foco do documentário é o time do Projeto Céu, do bairro Jangurussu, de Fortaleza. “Nosso intuito era pegar um número maior de equipes, o Fortaleza e o Menina Olímpica estavam nessa lista, mas por motivos de logística e contato, focamos mais nas garotas do Projeto Céu”, explica Samuel Conrado.

Samuel e mais quatro colegas, Alysson Queiroz, Jussara Beserra, Lucianna Silveira e Raissa Ellen, hoje alunos do 5º semestre, se dividiram na captação em três câmeras, durante quatro meses. “A edição levou duas semanas, com quatro horas por dia, já que não tínhamos experiência”, relembra Alysson.

Nas gravações, o quinteto foi a quatro estádios – Presidente Vargas, Elzir Cabral e CT Granja Tijuca, em Fortaleza, e Moraisão, em Maranguape. Conhecer essa realidade transformou os estudantes, que decidiram criar a fanpage Drible Feminino, para seguir abordando o futebol feminino.

“A nossa relação com as atletas foi tão intensa que prometemos a elas que não íamos abandoná-las. Essa era uma ideia fixa nossa, não queríamos ser apenas um ‘corpo estranho’, chegar, fazer as imagens e se despedir”, conta Samuel.

“É uma pena que o único momento em que o campeonato de 2016 repercutiu tenha sido por causa de uma briga”. (Samuel Conrado)

Parte da equipe que produziu o documentário Drible Feminino (Foto: Acervo pessoal)
Parte da equipe que produziu o documentário Drible Feminino (Foto: Acervo pessoal)

Um sexto estudante entrou na turma, Sávio Viana, produtor e repórter cinematográfico, e a proposta agora é produzir mais vídeos para a fanpage do Drible Feminino. O segundo foi sobre um projeto realizado no campo da comunidade do Pau Fininho, ao lado do shopping RioMar Fortaleza, no Papicu.

“A meta é mostrar mais equipes de futebol feminino, primeiramente as da capital, depois viajarmos pelo interior e, quem sabe, pra fora do estado um dia. Pretendemos lançar também um quadro, desafiando as meninas de diversos times”, adianta Alysson. Pelo visto, vem mais coisa por aí.

Serviço:

Drible Feminino: Facebook e Youtube.

Veja o documentário Drible Feminino:


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: