Verminosos por futebol

Classic Football Shirts

Dica cultural

Portuguesa possui o maior museu dentre os clubes de São Paulo

Memorial na sede da Portuguesa possui 7 mil itens de sua história quase centenária

O museu da Portuguesa foi aberto em 1992 (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
O museu da Portuguesa foi aberto em 1992 (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)

Corinthians, Palmeiras e São Paulo oferecem tours bem legais em seus estádios. O Timão possui ainda uma visita guiada na sede do clube. A Portuguesa não conta com algo do tipo como o trio, mas pode se gabar de ter o memorial mais completo dentre os times paulistanos. Tão amplo que reúne inclusive itens anteriores a sua fundação, em 1920.

O Museu Histórico da Portuguesa de Desportos foi aberto em 1992. Ocupa uma área de 300 m², abaixo das arquibancadas do ginásio do Canindé, na sede do clube. O acervo atualmente conta com cerca de 3 mil troféus e 4 mil artigos diversos da história da Lusa. Desde a época em que cinco times da colônia de portugueses resolveram se fundir, originando a Portuguesa.

> Esta matéria faz parte da série #VerminososEmSampa, com tour de futebol em São Paulo. Confira as outras:

– Vai a São Paulo? Saiba tudo o que ver em tour de futebol na cidade.
– Um guia turístico dos clubes e dos estádios de São Paulo.
– Museu do Spac expõe taça do 1º torneio de futebol no Brasil.
– 12 camisas muito loucas à venda na loja Atrox, de São Paulo.
– Você decora a casa com seu time de coração? Loja da Rua 25 de Março é “o” lugar!
– Bar São Cristóvão tem a decoração de futebol mais incrível em São Paulo.
– Pacaembu conta com a primeira biblioteca pública de futebol do Brasil.

O material foi cuidadosamente organizado em três fases da trajetória da Lusa: Bairro do Cambuci, Praça São Bento e Bairro do Canindé. Confira abaixo 11 curiosidades apresentadas pelo museu:

1) Filó (Amphilóquio Guarisi Marques), atacante formado na Portuguesa e que defendeu o time de 1922 a 1924, foi o primeiro jogador brasileiro a ser campeão mundial, pela seleção da Itália, em 1934, quando defendia a Lazio.

2) O pai de Filó, o imigrante português Manuel Augusto Marques, foi o segundo presidente da Portuguesa. Ele era casado com uma imigrante italiana, o que garantiu a cidadania italiana ao jogador, que foi ídolo do Corinthians.

3) O português Antônio Pereira Inácio, presidente em 1935, foi confundador do Grupo Votorantim. A empresa cresceu comandada pelo neto Antônio Ermírio de Moraes, que morreu em 2014. O empresário não acompanhou a paixão do avô pela Lusa.

4) A sede do Canindé foi adquirida em 1956 da família Saddi, que alguns meses antes a comprou do São Paulo. A aquisição só foi possível graças à venda de Julinho Botelho para a Fiorentina, em 1955.

5) O terreno comprado, com 47 mil m² no total, contava com campo de treinos e uma pequena estrutura. Ainda em 1956, a Lusa levantou uma pequena arquibancada de madeira. Em 1972, o estádio do Canindé foi inaugurado, com capacidade para 10 mil torcedores. Em 1979, foi ampliado para 27 mil, como permanece até hoje.

6) A sede do Canindé hoje conta com 100 mil m², incluindo o estádio e dois ginásios. A ampliação se deveu a concessões do poder público em virtude da construção da Marginal Tietê, que passa ao lado do clube.

7) O museu da Portuguesa conta com uma maquete do CT do clube, inaugurado em 2003, em outro endereço na Marginal Tietê, em terreno cedido pelo Governo de São Paulo.

8) O time da Portuguesa de 1953 era considerado um dos melhores do mundo, contando com seis jogadores da seleção brasileira, então vice-campeã mundial.

9) O memorial exibe fotos de todos os jogadores da Portuguesa convocados para a seleção brasileira quando defendiam o time. O último foi o atacante Ricardo Oliveira, em 2003.

10) O espaço também conta com uma farda usada pelo atacante Aloisio Mulato em excursão aos Estados Unidos em 1963. Foi nela em que, num bate-bola num parque de Nova York, o pianista João Carlos Martins acabou machucando a mão direita – episódio retratado na cinebiografia do torcedor da Lusa.

11) O museu exibe ainda uma réplica da camisa usada na primeira vez em que a Portuguesa estampou no peito escudo parecido ao atual, com a Cruz de Avis (a do clube tem os braços curvos para baixo), em 1923.

Museu recebeu o nome do fundador em 1999, após sua morte (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
Museu recebeu nome do fundador após a morte (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)

Vale uma biblioteca

Além das centenas de taças dispostas no museu da Portuguesa, destaque para o acervo bibliográfico reunido pelos pesquisadores ao longo dos anos. São cerca de 500 livros, 900 revistas e 1.000 jornais. A clipagem diária de reportagens sobre o time, por sinal, já ultrapassa 30 anos ininterruptos.

“Nosso sonho é abrir uma biblioteca em conjunto com o museu, incluindo todo o acervo digitalizado, com a finalidade do visitante ter acesso a toda a história da Portuguesa. Porém, não temos apoio financeiro do clube”, comenta Alberto Miranda, colaborador do museu. Os próprios membros, todos voluntários, bancam os recursos necessários.

“Nosso sonho é abrir uma biblioteca em conjunto com o museu, incluindo todo o acervo digitalizado, com a finalidade do visitante ter acesso a toda a história da Portuguesa”. (Alberto Miranda)

O espaço é aberto a visitação aos sábados, das 11h às 14h, quando os pesquisadores têm condições de receber torcedores e admiradores da Lusa. O memorial do Canindé, além de ser o mais completo do futebol paulistano, oferece uma outra vantagem em relação aos tours do Parque São Jorge e dos estádios Arena Corinthians, Allianz Parque e Morumbi: não cobra pela entrada.

Veja imagens do museu:

  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • Museu da Lusa oferece bela viagem no tempo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)

Serviço:

Museu Histórico da Portuguesa de Desportos
Museu Dr. Eduardo de Campos Rosmaninho (nome oficial a partir de 1999)
Funcionamento: Aos sábados, das 11h às 14h.
Endereço: Sede da Portuguesa, na rua Comendador Nestor Pereira, 33, Canindé, São Paulo. Entrada no ginásio do Canindé, 1º andar (ao lado da Lanchonete Tri Fita Azul).
Comunidade do Museu da Portuguesa no Facebook
[Entrada franca]

Membros do museu – Vital Vieira Curto (diretor), Manuel de Jesus Maria, Artur Cabreira Gomes, Rogério Salgado, Sérgio Luiz Henriques e Alberto Miranda (colaboradores).

Fique ligado:

Após a ida ao museu da Portuguesa, vale uma passada na loja do clube, também dentro da sede. O espaço funciona aos sábados, de 11h às 16h, e de segunda a sexta, de 9h às 17h. Anote o fone: 11-2125.9473. No dia de nossa visita, o Verminosos por Futebol ainda pegou jogo da Lusa no Canindé. Tomara que você tenha a mesma sorte!

  • Loja também funciona aos sábados, dia de visita no museu (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • O Verminosos por Futebol deu sorte de ainda ver jogo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • O Verminosos por Futebol deu sorte de ainda ver jogo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • O Verminosos por Futebol deu sorte de ainda ver jogo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)
  • O Verminosos por Futebol deu sorte de ainda ver jogo (Foto: Rafael Luis Azevedo/Verminosos por Futebol)

Posts da série #VerminososEmSampa, um guia turístico-futebolístico de São Paulo:

– Vai a São Paulo? Saiba tudo o que ver em tour de futebol da cidade.
– Um guia turístico dos clubes e dos estádios de São Paulo.
– Portuguesa possui o maior museu dentre os clubes de São Paulo.
– Museu do Spac expõe taça do 1º torneio de futebol no Brasil.
– 12 camisas muito loucas à venda na loja Atrox, de São Paulo.
– Você decora a casa com seu time de coração? Loja da Rua 25 de Março é “o” lugar!
– Bar São Cristóvão tem a decoração de futebol mais incrível em São Paulo.
– Pacaembu conta com a primeira biblioteca pública de futebol do Brasil.

Matérias antigas sobre São Paulo que também vale ver:

– Bar de São Paulo tem decoração de deixar de boca aberta (Vila Madalena – zona central)
– Loja de SP aposta no futebol alternativo (Consolação – zona central)
– Loja paulista é paraíso para colecionadores (Jardins – zona central)
– Única rua Copa do Mundo fica em São Paulo (Vila Paranaguá – zona leste)
– Restaurante tem 300 cachecóis na parede (Vila Mariana – zona sul)
– Loja de São Paulo fará saldão com 5 mil camisas (Interlagos – região sul)
Endereços em São Paulo contam história da bola
– Prefeitura de São Paulo promove roteiro turístico de futebol

Outros guias turístico-futebolísticos do Verminosos por Futebol:

No Brasil – FortalezaManausFlorianópolis e Curitiba.

No exterior – LisboaBuenos AiresMontevidéu e Joanesburgo.


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: