Verminosos por futebol




Jogo lúdico

15 maiores gafes de jogadores do Brasil

Conceder entrevista depois de correr durante 90 minutos não é fácil. “Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe”, […]

Conceder entrevista depois de correr durante 90 minutos não é fácil. “Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe”, define o goleador Jardel, ex-Grêmio. Porém, mesmo a adrenalina lá em cima não é desculpa para o festival de bizarrices que jogadores já declararam aos microfones.

O Verminosos por Futebol reuniu 15 gafes já ditas por jogadores e técnicos do Brasil, com menção honrosa para Vicente Matheus, ex-presidente do Corinthians. Tem cada uma que até difícil de acreditar! A melhor, por exemplo, virou a célebre “Lei de Gil”. Vai dizer que não conhece?

Zanata
15)
“Na Bahia é todo mundo muito simpático. É um povo muito hospitalar”.
Zanata, ex-lateral do Fluminense.

Fabao
14)
“A partir de agora o meu coração só tem uma cor: vermelho e preto”.
Fabão, zagueiro, chegando ao Flamengo.

Ferreira
13)
“No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias”.
Ferreira, ex-ponta esquerda do Santos.

Dunga
12)
“As pessoas querem que o Brasil vença e ganhe”.
Dunga, ex-técnico e ex-jogador da seleção brasileira.

Dada
11)
“Não venham com problemática que eu tenho a solucionática”.
Dadá Maravilha, ex-atacante do Atlético-MG.

Souza
10)
“O novo apelido do Aloísio é CB, Sangue Bom”.
Souza, ex-jogador do São Paulo.

Vicente Matheus
9)
“Haja o que hajar, o Corinthians vai ser campeão”.
Vicente Matheus, ex-presidente do Corinthians.

8) “Jogador tem que ser completo como um pato, que é um bicho aquático e gramático”.
Vicente Matheus.

Pitico
7)
“Assinar, ainda não assinei, mas já acertei tudo bocalmente”.
Pitico, ex-jogador do Santos.

Pele
6)
“Isso aqui até parece um cardume de abelhas”.
Pelé.

Jardel
5)
“Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe”.
Jardel, ex-atacante do Grêmio.

4) “Clássico é clássico e vice-versa”. Jardel.

Nunes
3)
“Eu chutei e ela foi indo, indo e iu”.
Nunes, ex-atacante do Flamengo.

Claudiomiro
2)
“Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu”.
Claudiomiro, ex-meia do Inter, ao visitar Belém do Pará.

Gil
1)
“Só não vale dar o cu. O resto vale tudo”.
Gil, ex-atacante do Cruzeiro, ao responder a pergunta se valia tudo na festa do título estadual.

Sentiu falta de alguma frase? Mencione nos comentários.

Contribuições sugeridas por curtidores do Verminosos por Futebol:

Clique no link e leia também:

20-desculpas-de-quem-perde-no-videogame
www.verminososporfutebol.com.br/jogo-ludico/20-desculpas-de-quem-perde-no-videogame


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: