https://goo.gl/HjLRc6

Jogo lúdico

Caça-Rato e CR7 a 6 graus de separação

Flávio Caça-Rato e Cristiano Ronaldo. Ambos têm algo em comum (não é a beleza…): o apelido CR7. Claro, os pernambucanos aproveitaram a aura folclórica do artilheiro do Santa Cruz para […]
Postado por Rafael Luis Azevedo - 03/jan/2014
Caca-Rato-Nordeste-2

Flávio Caça-Rato foi tema de um vídeo lançado em 2013 em que provoca Cristiano Ronaldo, através de uma paródia a propaganda da Volvo com o ator Van Damme (Foto: Divulgação)

Flávio Caça-Rato e Cristiano Ronaldo. Ambos têm algo em comum (não é a beleza…): o apelido CR7. Claro, os pernambucanos aproveitaram a aura folclórica do artilheiro do Santa Cruz para reproduzir o cognome. Pois se quisesse, o louro de mentira do Santinha poderia se apresentar ao bonitão do Real Madrid, tudo com base em boas amizades.

Para isso, bastaria ao Caça-Rato inspirar-se na “teoria dos seis graus de separação”, estudo científico que foi base para a criação do Orkut e das demais redes sociais, como o Facebook. Segundo a tese, em qualquer ponto do mundo, são necessários no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas estejam ligadas.

Será possível ao Caça-Rato chegar a Cristiano Ronaldo graças a indicações de amigos? O Verminosos por Futebol prova que sim.

Caca-RatoDenis-Marques
1. Flávio Caça-Rato -> Dênis Marques

Flávio Caça-Rato se orgulha de ter se tornado amigo de seu ídolo no Santa Cruz, o atacante Denis Marques, que quando chegou ao clube passou a ensiná-lo técnicas de finalização após os treinos. Caça-Rato, agradecido, nem se incomoda quando é seu reserva. Por isso, parceiros desde 2012, eles se encontram quase todas as segundas-feiras.

Denis-MarquesAdriano
2. Dênis Marques -> Adriano

Antes de jogar no Santa Cruz, Denis Marques brilhou no Atlético-PR. O reconhecimento nacional rendeu diversas sondagens de clubes em 2009, mas o atacante preferiu jogar no Flamengo, para atuar ao lado do ídolo Adriano. Sendo seu reserva, foi campeão brasileiro. Denis marcou seis gols naquela campanha e viu que a escolha valeu a pena.

AdrianoRonaldo
3. Adriano -> Ronaldo

Antes da segunda passagem pelo Flamengo, Adriano partiu rumo a Internazionale tido como substituto do ídolo Ronaldo, que seguira para o Real Madrid. Os atacantes se tornaram amigos na seleção, e estiveram juntos na Copa de 2006. Em 2011, a parceria levou Adriano ao Corinthians, onde Ronaldo encerrara a carreira naquele ano.

RonaldoLuis Figo
4. Ronaldo -> Figo

Nas cinco temporadas que disputou no Real Madrid, Ronaldo dividiu ataque com Figo em três delas. Ambos compartilhavam o fato de terem sido ídolos do Barcelona, e dividiam as cobranças pelo resultado em campo daquele investimento galáctico. Por isso, sempre eram vistos juntos, em treinos e conversas, formando trio com Roberto Carlos.

Luis FigoCarlos-Queiroz
5. Figo -> Carlos Queiroz

Figo fez parte da brilhante geração portuguesa campeã mundial sub-20, em 1991. O técnico era Carlos Queiroz, que se tornou seu amigo, e com quem voltou a trabalhar nas temporadas 1994/95, no Sporting, e 2003/04, no Real Madrid. Juntos, eles ainda investiram na equipe portuguesa da A1 Grand Prix, a “categoria de países”.

Carlos-Queirozcristiano-ronaldo
6. Carlos Queiroz -> Cristiano Ronaldo

Carlos Queiroz era o auxiliar de Alex Ferguson quando, em 2003, o Manchester United foi a Portugal buscar um sucessor para David Beckham. O treinador acompanhou o crescimento de Cristiano Ronaldo até 2008, quando substituiu Luiz Felipe Scolari na seleção de Portugal e confiou a CR7 o papel de líder rumo à Copa de 2010.

 

Pois bem, com esses seis telefonemas em conferência, Flávio Caça-Rato iniciaria um bate-papo com Cristiano Ronaldo.

Vídeo em que Caça-Rato provoca Cristiano Ronaldo imitando Van Damme:

Vídeo original de Van Damme em comercial épico da Volvo:

Clique no link e leia também:

13-curiosidades-sobre-o-Santa-Cruz
www.verminososporfutebol.com.br/viagem-no-tempo/13-curiosidades-sobre-o-santa-cruz

Conheça o autor

O jornalista Rafael Luis Azevedo, de 33 anos, é editor do site Verminosos por Futebol desde 2012. Já venceu 21 prêmios de jornalismo, incluindo Esso, Embratel e Petrobras. É também coordenador do portal Tribuna do Ceará, e teve passagens por jornal O Povo, O Povo Online e TVs Jangadeiro/SBT, O Povo/Cultura e Cidade/Record. Já fez reportagens ou produção para as revistas Four Four Two (ING), So Foot (FRA), Courrier International (FRA) e Placar, os sites BBC Brasil, Vice e Agência Pública e as TVs France 2 (FRA) e Fusion (EUA). Cobriu duas Copas do Mundo in loco e foi co-autor de livros sobre o Ceará e o estádio Presidente Vargas.

Compartilhe:

// Categorias

// histórico de publicações

Arquivos

https://goo.gl/HjLRc6




// As mais lidas

Http://www.AUTO-doc.pt

https://goo.gl/HjLRc6