Verminosos por futebol

https://goo.gl/HjLRc6

Papo sério

Amigos vítimas de trolagem sobre aposta em clássico desabafam após repercussão

Quatro torcedores de Ceará e Fortaleza tiveram seus nomes colocados num documento falso

O print começou a circular via Whatsapp e se tornou um viral em Fortaleza (Foto: Reprodução)
O print começou a circular via Whatsapp e se tornou um viral em Fortaleza (Foto: Reprodução)

A vida de quatro amigos cearenses virou uma confusão nos últimos dias, desde a divulgação na internet de um documento falso que comprovaria aposta de cunho sexual envolvendo o clássico entre Ceará e Fortaleza do último domingo (22). Uma trolagem contra eles, que muita gente levou a sério, resultando em dor de cabeça até mesmo para seus familiares.

Intitulado de “Contrato de Aposta”, o documento traz assinaturas que acordariam que o torcedor do time perdedor faria sexo passivo com o ganhador. No papel, foram colocados os nomes de um torcedor do Fortaleza (Lincoln Ribeiro) e outro do Ceará (Fernando Ferreira) como apostadores, além de dois alvinegros como testemunhas (Igor Queiroz e Glailton Costa).

O print do papel começou a circular via Whatsapp na última sexta-feira (20), e no domingo, dia do jogo, se tornou um viral em Fortaleza, com torcedores fazendo piada de que alguém iria se dar mal após a aposta. Para garantir credibilidade a brincadeira, foram acrescentadas assinaturas de cada um deles, além de impressões digitais.

O constrangimento atingiu sobretudo Lincoln e Fernando, principais alvos da trolagem. Ambos receberam muitos xingamentos e ameaças em redes sociais desde então. O Verminosos por Futebol procurou Lincoln, mas ele preferiu não comentar o caso.

Segundo Glailton, Lincoln recebeu mais de 500 solicitações de amizade. A indignação do rapaz chegou ao ápice quando os ataques alcançaram a noiva dele, conta o amigo. “Uma coisa é brincar, mas passaram do limite. Ofenderam até os parentes”, relata Glailton. “Foi pesado!”

Os quatro amigos trabalham na mesma empresa, em Fortaleza. Segundo Glailton e Fernando, não há suspeita de quem foi o autor da trolagem. A imagem foi compartilhada no grupo de Whatsapp do trabalho, e acabou vazando.

“Fiquei impressionado com a proporção que isso tomou”, admite o alvinegro Glailton, chateado com os comentários de torcedores que pensaram que ele queria denegrir o próprio clube de coração. “O pior é que a repercussão chegou até a nossos familiares. Uma tia minha me ligou perguntando o que diabo era isso”, desabafa.

“Uma coisa é brincar, mas passaram do limite. Ofenderam até os parentes”. (Glailton Costa)

Apesar de ter seu nome incluído como um dos apostadores, sendo justo o que teria perdido após a vitória tricolor no Clássico-Rei, Fernando levou o caso mais na esportiva. “Muita gente me ligou e me escreveu, mas o pessoal me conhece, sabe que eu não sou disso”, conta.

Com o ataque à honra, houve quem buscasse se aproveitar financeiramente da confusão. “Alguns advogados que a gente nem conhecia nos procuraram, dizendo que nós poderíamos ganhar uma indenização. Mas não estamos interessados nisso não”, garante Glailton. Agora é aguardar a poeira baixar, para que enfim a vida volte ao normal.

Print do papel começou a circular na última sexta-feira (20) via Whatsapp (Foto: Reprodução)
Print do papel começou a circular na última sexta-feira (20) via Whatsapp (Foto: Reprodução)

// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: