https://goo.gl/HjLRc6

Papo sério

Brasil é novo líder do ranking da Fifa, mas ainda não é favorito para Copa 2018

Para apostadores internacionais, o Brasil ainda não leva vantagem sobre a Alemanha
Postado por Rafael Luis Azevedo - 11/abr/2017
Tite recolocou a seleção brasileira na liderança do ranking da Fifa (Foto: CBF)

Tite recolocou a seleção brasileira na liderança do ranking da Fifa (Foto: CBF/Divulgação)

A seleção brasileira voltou à liderança do ranking da Fifa depois de sete anos, na semana passada. Mérito de Tite, que não só devolveu confiança à equipe, como ainda tornou o Brasil o primeiro classificado para a Copa do Mundo de 2018. Mas isso não foi suficiente para garantir total crédito.

Bem, pelo menos a confiança dos apostadores internacionais. Muitos seguem apontando o Brasil como um dos favoritos ao título da Copa da Rússia. Mas não o principal favorito. À frente, segue a Alemanha, algoz do histórico 7 a 1, que ainda não saiu da mente de todos.

É o que indica a cotação do Bet365, um dos maiores sites de apostas do mundo. A Alemanha recebeu até aqui o maior número de apostas, tendo cotação de 6/1, com o Brasil marcando 7/1.

Para cada R$ 1 apostado na seleção brasileira, o título pagaria R$ 7 de prêmio, já incluído o dinheiro investido. O montante de R$ 100, portanto, asseguraria R$ 700 em caso de hexa.

Funciona assim: conforme mais pessoas acreditam que uma equipe será campeã, menos se paga por sua vitória. Por isso, R$ 100 investidos na Alemanha virariam R$ 600 em caso de penta.

O top 10 da casa de apostas é completado por seis seleções europeias e duas sul-americanas. França (8/1) e Espanha (9/1), que somam uma conquista cada, aparecem a seguir. Já a Argentina, que acabou perdendo a liderança do ranking da Fifa na última atualização, está em 5º, com 11/1.

Depois, estão Bélgica e Itália (17/1), Inglaterra (19/1), Portugal (26/1) e Colômbia (29/1). A Rússia, país-sede, está somente em 11º, com cotação de 34/1.

Novo líder do ranking

A última edição do ranking da Fifa foi divulgada no dia 6 de abril. Nela, o Brasil ultrapassou a Argentina e se distanciou da Alemanha, a terceira colocada. A seleção brasileira havia deixado a liderança em maio de 2010, na edição anterior à Copa do Mundo da África do Sul.

A eliminação deu início a uma queda que alcançou a 22ª colocação no ranking, em 2013. Tite conseguiu levar a equipe de volta à liderança. E, assim, a seleção reconquistou a torcida brasileira. O desafio agora é retomar a confiança dos estrangeiros.

> Você saca tudo de futebol? Acha que pode se dar bem com palpites? Teste seus conhecimentos no site Bet365, com código-de-bónus.com disponível.

Cotação de apostas para a Copa do Mundo de 2018:

1º Alemanha – 6/1
2º Brasil – 7/1
3º França – 8/1
4º Espanha – 9/1
5º Argentina – 11/1
6º Bélgica – 17/1
Itália – 17/1
8º Inglaterra – 19/1
9º Portugal – 26/1
10º Colômbia – 29/1
11º Rússia – 34/1
12º Holanda – 41/1
Uruguai- 41/1
Croácia – 41/1
15º Chile – 51/1
16º México – 67/1
17º Estados Unidos – 81/1
18º Polônia – 101/1
Suíça – 101/1
Sérvia – 101/1
Turquia – 101/1
22º Ucrânia – 126/1
Bósnia – 126/1
24º Gana – 151/1
Costa do Marfim – 151/1
Rep. Checa – 151/1
Nigéria – 151/1
Japão – 151/1
Dinamarca – 151/1
Áustria – 151/1
Suécia – 151/1
32º Paraguai – 201/1

(*) Fonte dos números: Bet365.

Conheça o autor

Compartilhe:

// Categorias

// histórico de publicações

Arquivos

https://goo.gl/HjLRc6




// As mais lidas

Http://www.AUTO-doc.pt

https://goo.gl/HjLRc6