https://goo.gl/HjLRc6

Papo sério

E quem deu o passe para Wendell Lira?

Se o golaço foi acrobático, deve-se em parte a quem fez a assistência: Adriano da Matta
Postado por Rafael Luis Azevedo - 13/jan/2016
O acrobático gol de Wendell Lira se deve em parte ao passe de Adriano da Matta (Foto: Reprodução)

Acrobático gol de Wendell Lira se deve em parte ao passe de Adriano da Matta (Foto: Reprodução)

Os holofotes do gol mais bonito do futebol mundial em 2015 apontaram todos para Wendell Lira. Mas aquele foi um lance coletivo. E, se o golaço foi acrobático, deve-se em parte a quem fez a assistência pelo alto, ideal para o chute de bicicleta-voleio estilo caratê. Mérito de Adriano da Matta, que acabou esquecido.

“Sou amigo do Wendell Lira, então fiquei emocionado ao ver que ele ganhou o prêmio. Ainda não liguei pra ele, pois imagino que tevem ter sido muitas as ligações e mensagens. Como moramos em Goiânia, vou deixar a coisa acalmar para marcar um encontro”, conta Adriano, em entrevista à Rádio Bradesco Esportes FM.

“Sou amigo do Wendell Lira, então fiquei emocionado ao ver que ele ganhou o prêmio”. (Adriano da Matta)

O ex-colega do Goianésia carrega história parecida a de Wendell Lira. “Existe a imagem de que todos os jogadores são ricos, mas a porcentagem daqueles que jogam por sua sobrevivência é muito maior. Esses são batalhadores, porque recebem um salário mínimo, e às vezes estão nas mãos de empresários ou clubes que não pagam corretamente”.

Adriano da Matta jogou no Luverdense, na Série B de 2015, após o gol de Wendell Lira (Foto: Divulgação)

Adriano da Matta jogou no Luverdense, na Série B, após o gol de Wendell Lira (Foto: Divulgação)

Adriano da Matta, de 27 anos, mesma idade de Wendell Lira, nasceu em Santo André-SP e foi criado em Diadema-SP. Começou nas categorias de base do São Paulo, e depois perambulou por clubes pequenos e médios de Brasil, Itália e Espanha. Após uma série de transferências, foi parar no Goianésia em 2015.

> LEIA TAMBÉM

Graças ao bom Campeonato Goiano, Adriano jogou no Luverdense na Série B do Brasileiro do ano passado e depois foi emprestado para a Aparecidense para a temporada 2016. Assim, será adversário de Wendell Lira no estadual, já que o jogador aproveitou a sua inclusão no Prêmio Puskas de 2015 para acertar contrato com o Vila Nova-GO.

A trajetória de ambos merecia estar ligada muito mais à frente. Mas Adriano da Matta não cobra a mesma atenção da mídia e do público. “No momento do passe, observei que o zagueiro do Atlético-GO fechava por baixo, então tive a reação de tocar por cima. Mas o gol só aconteceu graças à criatividade de Wendell Lira”, registra o meia. Até na humildade eles se parecem.

Clique no link e leia também:

Cearense-faz-gols-de-falta-de-calcanhar
Cearense faz gols de falta de calcanhar

Conheça o autor

Rafael Luis Azevedo

O jornalista Rafael Luis Azevedo, 34 anos, é editor do site Verminosos por Futebol desde 2012. É também coordenador do portal Tribuna do Ceará, e teve passagens por jornal O Povo, O Povo Online e TVs Jangadeiro/SBT, O Povo/Cultura e Cidade/Record. Já fez reportagens para as revistas Four Four Two (ING), So Foot (FRA), Courrier International (FRA) e Placar, os sites BBC Brasil, Vice e Agência Pública e as TVs France 2 (FRA), France 24 (FRA) e Fusion (EUA). Já venceu 21 prêmios de jornalismo, incluindo Esso, Embratel e Petrobras, cobriu duas Copas do Mundo in loco e foi co-autor de livros sobre o Ceará e o estádio Presidente Vargas.

Compartilhe:

// Categorias

// histórico de publicações

Arquivos

https://goo.gl/HjLRc6



// As mais lidas

Http://www.AUTO-doc.pt

https://goo.gl/HjLRc6