Verminosos por futebol

https://goo.gl/HjLRc6

Viagem no tempo

11 maiores craques que jogaram nos EUA

A chegada de Frank Lampard, David Villa e em breve de Kaká atrairá holofotes para o futebol dos Estados Unidos. Aos poucos, a Major League Soccer (MLS) conquista prestígio necessário para o interesse de grandes craques em encerrar a carreira no país. Assim, repete o que conseguiu a North American Soccer League (NASL), que nas […]

O futebol dos EUA chegou a contar com Carlos Alberto, Beckenbauer, Cruyff e Pelé no fim da década de 1970 (Foto: Divulgação)
O futebol dos EUA chegou a contar com Carlos Alberto, Beckenbauer, Cruyff e Pelé a partir do fim da década de 1970, todos eles com passagem pelo New York Cosmos (Foto: Divulgação)

A chegada de Frank Lampard, David Villa e em breve de Kaká atrairá holofotes para o futebol dos Estados Unidos. Aos poucos, a Major League Soccer (MLS) conquista prestígio necessário para o interesse de grandes craques em encerrar a carreira no país. Assim, repete o que conseguiu a North American Soccer League (NASL), que nas décadas de 1970 e 1980 contou com estrelas mundiais.

Confira abaixo os 11 maiores craques que já atuaram em clubes dos Estados Unidos, eleição do blogueiro americano Stephen McGarty. Sete jogadores foram campeões do mundo por suas seleções. São tantos craques que David Beckham, o maior astro em duas décadas da MLS, ficou de fora.

> LEIA TAMBÉM

GOLEIRO

EUA-Gordon Banks
Gordon Banks – ING
Clubes dos EUA: Cleveland Stokers (1967 – 7J) e Fort Lauderdale Strikers (1977-78 – 37J).
Campeão do mundo em 1966, encerrou a carreira no Fort Lauderdale Strikers, como goleiro menos vazado da liga.

DEFENSORES

EUA-Carlos-Alberto
Carlos Alberto Torres
Clubes nos EUA: New York Cosmos (1977-80 e 1982 – 100J, 6G) e California Surf (1981 – 19J, 2G).
Campeão do mundo em 1970, virou embaixador do clube de Nova York após quatro títulos nacionais, em 1977, 1978, 1980 e 1982.

EUA-Beckenbauer
Franz Beckenbauer – ALE
Clube nos EUA: New York Cosmos (1977-80 e 1983 – 132J, 21G).
Campeão do mundo em 1974, teve duas passagens por Nova York em fim de carreira, sendo três vezes campeão, em 1977, 1978 e 1980.

EUA-Bobby-Moore
Bobby Moore – ING
Clubes nos EUA: San Antonio Thunder (1976 – 24J, 1G) e Seattle Sounders (1978 – 7J).
Campeão do mundo em 1966, teve duas passagens rápidas pela NASL.

MEIO-CAMPISTAS

EUA-Mattheus
Lothar Matthaus – ALE
Clube nos EUA: New York Metrostars (2000 – 16J).
Campeão do mundo em 1990, encerrou a carreira no time que originou o New York Red Bulls. É o único desta lista que disputou a MLS.

EUA-Neeskens
Johan Neeskens – HOL
Clubes nos EUA: New York Cosmos (1979-84 – 94J, 17G) e Fort Lauderdale Sun (1985).
Vice-campeão do mundo em 1974 e 1978, disputou seis temporadas em Nova York. Com o fim da NASL, chegou a jogar a liga de futebol indoor dos EUA, pelo Kansas City Comets.

EUA-Cruyff
Johan Cruyff – HOL
Clubes nos EUA: Los Angeles Aztecs (1979-80 – 27J, 14G) e Washington Diplomats (1980-81 – 32J, 12G).
Vice-campeão do mundo em 1974, o astro de Ajax e Barcelona brilhou novamente ao atravessar o Atlântico.

ATACANTES

EUA-Best
George Best – GAL
Clubes nos EUA: Los Angeles Aztecs (1976 e 1977-78 – 55J, 27G), Fort Lauderdale Strikers (1978-79- 28J, 6G) e San Jose Earthquakes (1980-81 – 56J, 21G).
Depois que deixou o Manchester United, o “5º Beatle” virou um andarilho, passando por 17 clubes entre 1974 e 1984, de Europa, Ásia, África e América. O único lugar onde fez sucesso foi os EUA.

EUA-Eusebio
Eusébio – POR
Clubes nos EUA: Boston Minutemen (1975 – 7J, 2G), Toronto Metros-CAN (1975-76 – 25J, 18G), Las Vegas Quicksilvers (1976-77 – 17J, 2G) e New Jersey Americans (1978-79 – 4J, 5G).
Outra estrela europeia que encerrou a carreira nos EUA, tendo sido campeão em 1976.

EUA-Muller
Gerd Muller – ALE
Clube nos EUA: Fort Lauderdale Strikers (1979-81 – 71J, 38G).
Campeão do mundo em 1974, encerrou a carreira com média de mais de um gol a cada dois jogos nos EUA.

EUA-Pele
Pelé
Clube nos EUA: New York Cosmos (1975-77 – 107J, 64G).
O tricampeão do mundo liderou a estratégia de popularização do futebol nos EUA através da contratação de craques estrangeiros. Encerrou a carreira em Nova York, com o título nacional de 1977.

Clique no link e leia também:

14-sensacionais-camisas-retro
www.verminososporfutebol.com.br/carrinho-de-compras/14-sensacionais-camisas-retro-de-copas-do-mundo


// Categorias

// Histórico de Publicações

// As mais lidas

Quer ser o primeiro a receber nossas novidades por e-mail?

// TV Verminosos

// Instagram

// Tags

Compartilhe: