Viagem no tempo

15 patrocínios de games em camisas

Desde a década de 1990, consoles e produtoras de games estampam suas marcas em camisas
Postado por Rafael Luis Azevedo - 03/jun/2015
Desde a década de 1990, o mercado de videogames aposta no futebol como divulgação (Foto: Reprodução)

Desde os anos 90, mercado de videogames aposta no futebol como divulgação (Foto: Reprodução)

O futebol se tornou excelente meio de divulgação para videogames. Entre os fãs do esporte, sobretudo jovens, estão muitos consumidores de jogos eletrônicos. Por isso, desde a década de 1990, consoles e produtoras de games estamparam suas marcas em camisas de clubes. O site espanhol La Casaca, um dos melhores sobre design de futebol, elaborou um ranking das melhores camisas com patrocínios de games. Confira abaixo.

15-Puebla-2014
15) Puebla – EA Sports
(2014)
A logomarca da EA Sports poderia ocupar um espaço mais generoso.

14-lazio2009
14) Lazio – PES2009
(2009)
Uma ação específica para divulgação do maior concorrente da série de games Fifa.

13-Swindon-Town-13-14
13) Swindon Town – Fifa14
(2013)
A camisa do time da 4ª divisão inglesa ganhou valor entre colecionadores.

12-auxerre-00
12) Auxerre – Playstation
(2000)
Época dos primórdios do Playstation, quando ainda dizíamos o nome do console sem siglas.

11-deportivodreamcast
11-St-Etienne-00
11-sampdoria-99
11) La Coruña, St. Etienne e Sampdoria – Dreamcast
(1998-2000)
A Sega apostou em um clube das quatro principais ligas da Europa na época, incluindo ainda o Arsenal, mas nem isso impediu o fracasso da empresa.

> LEIA TAMBÉM

10-lyon-atari
10) Lyon – Atari
(2001)
Numa fase de retomada do Atari, o time da cidade francesa onde a empresa mantinha escritório recebeu patrocínio.

9-Wimbledon-FOOTBALL-MANAGER
9) Wimbledon FC – Football Manager
(2014)
A equipe do subúrbio de Londres garantiu uma boa exposição ao patrocinador em virtude do físico gordinho de Adebayo Akinfenwa, com mais de 100 quilos.

8-tokyo-verdy-home-football-shirt-1999-2000
8) Tokyo Verdi – Konami
(1999)
Empresas japonesas do mercado de games sempre apostaram em clubes da J-League, como a Konami, criadora de International SuperStar Soccer e Winning Eleven.

7-Seattle-Sounders-XBOX
7) Seattle Sounders – XBox
(2008)
A parceria entre o time americano e o console da Microsoft, desde 2008, é uma das mais duradouras do futebol mundial.

6-man-city-99
6-MANCITY-EIDOS
6) Manchester City – Eidos
(1999)
Nessa época, a empresa produtora do game Tomb Raider era mais famosa que o próprio time.

> LEIA TAMBÉM

5-arsenal-99-home
5-arsenal-99-away
5) Arsenal – Sega/Dreamcast
(1999)
A Sega preferiu manter sua própria logomarca na camisa reserva do time inglês.

4-fiorentina-97
4) Fiorentina – Nintendo
(1997)
A camisa com a marca do videogame, usada entre 1997 e 2000, é uma das mais célebres do clube de Florença.

2-cerezo-osaka-home-football-shirt-1998
3) Cerezo Osaka – Capcom
(1998)
A empresa criadora do game Street Fighter também esteve presente na J-League.

3-Sega-Sonic-JEF-United-1994
2) JEF United – Sega
(1994)
Sonic chutando uma bola num patrocínio de futebol torna essa camisa japonesa única.

1-Maradona-Sevilla-1992
1) Sevilla – Super Nintendo
(1992)
Nessa época, Maradona e Snes eram ícones do futebol e dos videogames.

BONUS-bayern-84BONUS-chelsea-92
BONUS-psg-92

Bônus – Bayern, Chelsea e PSG – Commodore
O Commodore era um computador pessoal, mas ajudou a introduzir a cultura gamer em casa, no início da década de 1980. Por isso, merece um lugarzinho na lista.

(*) Faltou algum patrocínio? Cite nos comentários.

Visite o La Casaca:
www.lacasaca.com

Clique no link e leia também:

Novidade-na-area-o-Verminosos-por-Games
www.verminososporfutebol.com.br/na-geral/novidade-na-area-o-verminosos-por-games

Conheça o autor

O jornalista Rafael Luis Azevedo, de 33 anos, é editor do site Verminosos por Futebol desde 2012. Já venceu 21 prêmios de jornalismo, incluindo Esso, Embratel e Petrobras. É também coordenador do portal Tribuna do Ceará, e teve passagens por jornal O Povo, O Povo Online e TVs Jangadeiro/SBT, O Povo/Cultura e Cidade/Record. Já fez reportagens ou produção para as revistas Four Four Two (ING), So Foot (FRA), Courrier International (FRA) e Placar, os sites BBC Brasil, Vice e Agência Pública e as TVs France 2 (FRA) e Fusion (EUA). Cobriu duas Copas do Mundo in loco e foi co-autor de livros sobre o Ceará e o estádio Presidente Vargas.

Compartilhe:

// Categorias

// histórico de publicações

Arquivos

Http://www.AUTO-doc.pt

// As mais lidas




Http://www.AUTO-doc.pt